Destino: Veneza

Veneza é Veneza, aquela cidade “diferente” a qual ouvimos as pessoas falarem bem e falarem mal. Aquele provérbio popular encaixa perfeitamente na situação de Veneza: “falem bem, falem mal, mas falem de mim”. A primeira característica de Veneza é que ela é única, afinal qual outra cidade no mundo é formada num arquipélago de uma laguna, e recheada de histórias, museus e monumentos históricos tão importantes? Por isso Veneza é especial e classificada como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

O motivo de postar esse destino aqui no Blog Casadinhas, é porque quando imagino uma viagem minha para Veneza, nunca me imagino indo com um grupo de amigos de 10 pessoas indo fazer mochilão. Sim, isso pode acontecer. No entanto, quando fecho meus olhos e me lembro daquele lugar extremamente romântico, claro o ideal é fazer essa viagem durante uma lua de mel ou depois com o marido. Então, você casadinha que tem a oportunidade, mas nunca escolheu estar em Veneza, leia com atenção esse post para tirar sua própria conclusão (apesar de eu já ter a minha) se para você vale ou não vale a pena!!!

1. Um pouquinho sobre infos gerais de Veneza:

Antes de viajar para qualquer lugar, principalmente para a Europa, você não pode deixar de estudar um pouquinho sobre seu destino. Até para você não ficar com aquela cara de “lesado” quando todo mundo estiver olhando para os quadros dos museus, ou para as obras de arte… rs. Então, o primeiro de tudo, saiba o mínimo da história do local.

Vejam, de forma básica, o que eu pesquisei antes de ir pra Veneza:

* Média de 271 mil habitantes;

* 412 km², incluindo as ilhas de Murano, Burano e outras que ficam na Lagoa de Veneza;

* Foi uma potência comercial no século X, pois sua frota era uma das maiores da Europa, comandava várias rotas de comércio;

* Nessa cidade nasceram 6 papas, além de vários artistas e arquitetos famosos, além do músico Antônio Vivaldi;

Indico alguns livros para você escolher o melhor e comprar antes de embarcar e levá-lo. É muito importante ter ele com você, pois terá todas as explicações na hora de uma visita a um museu, etc.

– Guia essencial – Veneza: Já ouvi falar muito bem desses guias, existem esse mesmo de várias outras cidades;

FOTO 1

– Guia American Express – Veneza: Já li esse guia (só que de Paris) e achei muito bom. Hoje ele é o mais famosinho que tem na praça.

FOTO 2

2. Como chegar em Veneza:

As duas opções mais comuns de chegar a Veneza é através do avião ou do trem.

Trem: Se você estiver em alguma cidade próxima, como por exemplo, outra cidade da Itália, sugiro que você vá à Veneza de trem. Eu já fui e achei super confortável, além de ser uma viagem bem bacana de se fazer. A estação de trem se chama Santa Lucia e a rede de trens na Itália se chama Trenitalia. Antes de viajar, entre no site e compre sua passagem para não passar sufoco na hora.

http://www.trenitalia.com/

Comprar a passagem é fácil, faça igual a uma compra de passagem de avião (preencha o local da partida e o local da saída, assim como as datas).

FOTO 3

FOTO 4

FOTO 5

FOTO 6

Avião: Se você estiver  em alguma local mais distante, como por exemplo eu outro país da Europa, sugiro que você vá à Veneza de avião. O aeroporto de se chama Marco Polo e é um dos aerorportos mais charmosos que eu já vi (reparem no lindo chão todo de madeira!!!)

FOTO 7

3. Como se locomover dentro de Veneza:

Sugiro fortemente que você NÃO alugue um carro, pois só te trará custos e dificuldades, pois o mais difícil de tudo é arrumar espaço na cidade para dirigir. Faça tudo a pé, tudo mesmo. Coloque uma coisa na sua cabeça, você está em Veneza justamente para se perder nas vielas e becos charmosos e românticos, então se privar disso é se privar de se apaixonar pela cidade. Mas caso a exaustão te pegue ou você queira ir conhecer outra ilha, pegue o Vaporetto. O Vaporetto é o taxi local, caro, mas também faz parte do charme da viagem.

FOTO 8

– Quando você vir esse símbolo, siga as setas e logo chegará em uma estação do Vaporetto (tipo pobremente falando: “ponto de ônibus”, kkk).

FOTO 9

4. Onde se hospedar:

Muitas pessoas em uma economia porca (me perdoe se você fez isso, mas não posso me calar) escolhem ficar em Veneza Mestre ao invés de ficarem realmente na ilha de Veneza pelo fato de os hoteis serem mais baratos. Mas digo que essa é uma economia PORCA. Você precisa ficar bem localizado para amar sua viagem e além disso, apesar de você gastar menos com hotéis, gastará bem mais com os taxis Vaporettos (que não são baratos) e vai acabar que uma coisa compensará a outra e você ficará cansado e possivelmente insatisfeito. E não preciso nem citar o tempo que você vai gastar fazendo esse percursso.

Veja pelo mapa como é longe Mestre de Veneza (centro). Total de 8,4 Km (!!!!!!):

FOTO 10

Acredite! Existem hoteis mais simples e mais baratos na própria ilha que podem atender seu objetivo de estadia e você ficar bem localizado. Minha dica é, sempre fique o máximo possível da Piazza de San Marco ou da Ponte Rialto, pontos mais turísticos.

Quando estive lá, me hospedei em uma pousada “Bed & Breakfast” chamada San Luca. Caso você não saiba, o conceito dessas pousadas é que são pousadas feitras casas grandes com alguns quartos apenas e normalmente servem café da manhã. Pegamos um quarto melhorzinho e pagamos bem barato quando comparado com outros hoteis da região. Fomos super bem atendidos e ainda recebemos um up-grade por estarmos em Lua de Mel (#dicacasadinhas).

O site do hotel éhttp://www.sanluca-bb.com/

Para escolhas de hoteis, SEMPRE utilizo o TripAdvisor (http://www.tripadvisor.com.br/) para fazer as comparações de preço x qualidade x limpeza x avaliações dos hóspedes. Só escolho quarto com pontuação geral das avaliações acima de 75%. Mas na hora de reservar faço a reserva pelo Booking (www.booking.com).

5. Principais pontos turísticos:

a) Piazza de San Marco: Posso ousadamente dizer que possivelmente essa é uma das praças mais famosas do mundo, se não for a mais famosa. Acho que a disputa está muito acirrada , talvez junto com a Trafalgar Square de Londres.

Quando você chega no local fica encantado e se pergunta se isso é mesmo realidade, tamanha magnificância. Na praça você tem a Basílica de San Marco (dentro tem um museu), o Palazzo Ducale e a Torre do Relógio, além de claro as cafeterias maravilhosas em volta com aquela orquestra tocando enquanto você toma um “café”. Os maravilhosos prédios que cercam a praça, nomeado de Procuratie, recebem hoje as lojas caríssimas, os restaurantes e as já citadas cafeterias.

Não posso esquecer de citar que essa praça é mundialmente conhecida pelo excesso de pombas que ficam ali pairando… se existe um motivo especial? Não! A questão é que os turistas dão comidinhas às pombas, logo, consequentemente elas ficam por ali esperando por mais.

Praça em 1730:

FOTO 11

Vista de dentro da Basílica de San Marco enfocando o Procuratie:

FOTO 12

Olha a gente lá galeraaaaa! Rs!

FOTO 13

A noite:

FOTO 14

b) Ponte Rialto: Pra que serve uma ponte? Para cruzar algum rio, canal, mar, correto? Não!!! A Ponte Rialto serve sim para cruzar o Grande Canal óbvio, mas ela virou um ponto turístico por ser cheia de lojas e até restaurantes em volta. Linda, Linda!!! E acreditem que ela já foi destruída (não fiquei sabendo, mas com certeza deve ser sido nas guerras ou revoluções), mas em 1500 e bolinha ela foi reconstruída e dizem que ela parece bastante com a versão original. Mas para nós geração Y, kkk, qualquer moumento de 1500 e qualquer coisa é mais do que original para nós, não é verdade? Não deixe de atravessar essa ponte várias vezes, suba e desça, veja 10 vezes as mesmas lojas, experimente as máscaras venezianas, veja os ouros nas vitrines e tome um suco ali do lado. Vale a pena! Isso é turistar em Veneza!

FOTO 15

FOTO 16

c) Palazzo Ducale: Esse Palácio é um dos maiores símbolos de Veneza e como já citado fica na Piazza de San Marco.

Acreditem se quiser, sua construção é de 1309-1424!!! Ele também é conhecido como Palácio de Doges, pois era residência oficial dos doges que comandavam Veneza.

FOTO 17

FOTO 18

 d) Grand Canale: É engraçado classificar isso como um ponto turístico, mas o que exatamente é o Grand Canale? É o maior canal de Veneza, ou seja, maior via aquática passível de tráfego que leva a todos os outros pequenos canais. Mas isso é pouco? Não, acho que é a coisa mais linda que já vi… Por esse canal trafegam então os Vaporettos e também as gôndolas.

FOTO 19

Nós no Grand Canale

FOTO 20

FOTO 21

e) Basílica de Santa Maria della Salute: Linda igreja durante o dia e durante a noite.

Santa Maria della Salute in Venice

FOTO 23

Existem vários outros pontos turísticos que você deve conhecer em Veneza, inclusive as ilhas mais próximas Burano e Murano, mas para decidir qual será seu roteiro você deve levar em consideração qual seu objetivo na viagem e quantos dias você ficará…

 

Se possível, não deixe de visitar:

Basilica di Santa Maria Gloriosa dei Frari

San Rocco (Scuola of St. Rocco)

Arsenale

Ca’ d’Oro

Ponte dos suspiros

Santi Giovanni e Paolo

Correr Civic Museum

Anote o resumo de SUPER DICAS das Casadinhas® para que sua viagem para Veneza seja inesquecível.

1)    Localização é tudo! Como disse antes, não caia na besteira de reservar um hotel longe por causa do preço, pois ele pode custar sua viagem toda!

2)    Cuidado com a data da viagem! Pesquise antes de viajar, fuja dos meses de chuva (apesar de que eu fui e amei) e dos meses em que a “casa” fica cheia… os meses tumultuados de Julho e Agosto podem atrapalhar sua viagem.

3)    1 dia é pouco! Muitas pessoas reservam apenas um dia para ficar em Veneza, na maioria dos casos porque acham que por Veneza ser uma cidade pequena, pouco tempo é suficiente. Essa é a maior mentira que existe. Posso arriscar que existe uma ligação forte entre o detestar Veneza e o ficar por um dia.

4)    Se perca sem preocupação! Como também já citei Veneza foi feito para você se perder, perder noção o tempo, do espaço, entrar nas vielas, ruelas, explorar e se apaixonar.

5)    Passeio de gôndola pode não custar caro! Eu sou da opinião de que se está na chuva é pra se molhar. Ou seja, está em Veneza então pare de ser pão duro e ande de gôndola. Vale mais do que um jantar, é literalmente experimentar Veneza em sua essência.

6)    Café Florian! Não deixe de conhecer a cafeteria mais antiga de Veneza situada na Piazza de San Marco. Pegue uma mesa do lado de fora, de frente para a orquestra. Linda! Charmosa! Encantadora! Acho que a melhor parte de Veneza para mim!

7)    Aconselhe-se! Sugiro que você sempre peça opinião aos nativos ou à recepção do hotel de qual restaurante deve ir. Essas pessoas podem te dar dicas valiosas de como ter uma refeição “não turística”, como um nativo. Vale a pena!

Lembrando que essas dicas são super pessoais e que com certeza cada um terá uma experiência diferente nessa viagem, mas vale a pena considerar algumas das dicas!

 

LINKS para consulta:

http://www.caffeflorian.com/

http://www.constancezahn.com/lua-de-mel-paris-veneza/

http://www.vestidadenoiva.com/lua-de-mel-veneza

http://viajeaqui.abril.com.br/cidades/italia-veneza/o-que-fazer

http://www.aprendizdeviajante.com/index.php/2013/03/25/veneza-dicas-praticas/

 

Existem várias outras coisas que eu queria compartilhar, mas fica difícil escrever tudo. Caso você tenha alguma dúvida mande um e-mail para o Casadinhas!

Seguem últimas fotos para te inspirar!!!

Passeio de gôndola:

FOTO 24

Café Florian:

FOTO 25

Passeio na Ilha de Burano:

FOTO 26

 

Beijos,

Paula

Anúncios

3 comentários sobre “Destino: Veneza

    • Oi querida,
      Eu fui em Novembro (começo), não peguei chuva, mas por milagre porque chove muito. Um dia antes de eu chegar à Veneza, estava tudo inundado!!!
      Mas valeu muito a pena, porque a cidade nao cheira mal e está menos lotada! Muito bom!
      Voce está pensando em ir? Se sim, quando?
      Beijos
      Paula

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s